‘Globo Cidadania’ apresenta alternativas que ajudam a parar de fumar, hoje 24/08/13

‘Globo Cidadania’ apresenta alternativas que ajudam a parar de fumar

Neste sábado, dia 24, o ‘Globo Cidadania’ mostra quais são as novidades para quem deseja parar de fumar. O repórter Alexandre Henderson, do ‘Globo Ciência’, conversa com especialistas e explica por que a nicotina é a droga que mais provoca dependência química. Só no Brasil, as estimativas apontam que 200 mil pessoas morrem por doenças relacionadas ao tabaco por ano. Chiclete de nicotina, adesivos e até o cigarro falante, que solta mensagens sonoras e alerta sobre os riscos para a saúde, são algumas das alternativas apresentadas por quem conseguiu vencer essa luta.

Já o ‘Globo Ecologia’ conhece os profissionais que antecipam os fatos e preparam as cidades quando há riscos de desastres naturais. O programa apresenta como a alta tecnologia, alertas e treinamento podem ajudar a diminuir as tragédias causadas pelas chuvas. No ‘Ação’, o destaque é a história do artista plástico Élcio Torres que, com a ajuda da comunidade, cria azulejos que enfeitam os muros da zona leste de São Paulo.

Ainda neste episódio, o ‘Globo Educação’ discute como a escola pode orientar os alunos na hora de escolher a profissão. A reportagem exibe como os professores brasileiros ajudam a formar jovens capazes de refletir e fazer escolhas conscientes. O ‘Globo Universidade’ vai contar por que a cultura do Complexo do Alemão, complexo de favelas da zona norte do Rio de Janeiro, está sendo estudado pela academia.

No portal do programa (globocidadania.com.br), os internautas podem encontrar ainda reportagens extras com dicas para quem quer parar de fumar. Além disso, o site traz uma lista com os serviços oferecidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS) para quem tem vontade de largar o vício.

Sobre o Globo Cidadania:

Informar, inspirar e mobilizar são os objetivos do ‘Globo Cidadania’, fruto de uma parceria entre a Globo e a Fundação Roberto Marinho. Com apresentação de Sandra Annenberg, o programa reúne o ‘Globo Educação’, o ‘Globo Ciência’, o ‘Globo Ecologia’, o ‘Globo Universidade’ e o ‘Ação’ no sábado, a partir das 6h05. Neste ano, a atração destaca temas como práticas sustentáveis, histórias de transformação social, descobertas científicas que fazem diferença no nosso dia a dia. A universidade dentro e fora do campus e as parcerias entre o ensino público e as comunidades, empresas e ONGs também são os assuntos abordados na temporada 2013. O Globo Cidadania, o ‘programão cheio de boas notícias’, também é exibido à tarde no Canal Futura, nas manhãs de domingo na Globo News e em 116 países pelo canal internacional da Globo. O programa ainda pode ser visto na íntegra pelo portal globocidadania.com.br, onde há uma série de notícias, entrevistas, vídeos e conteúdo extra sobre as atrações.

NTB – AUTORIZADO

Alimentação é destaque deste sábado no ‘Globo Cidadania’, hoje 17/08

Alimentação é destaque deste sábado no ‘Globo Cidadania’

Neste sábado, dia 17, a alimentação é o tema de destaque do ‘Globo Cidadania’. O programa aborda o assunto por dois aspectos diferentes. Na reportagem do ‘Globo Ciência’, a atração mostra quais são as novas tecnologias que ajudam na conservação dos alimentos. O repórter Alexandre Henderson vai até a Universidade Federal de Viçosa (UFV), em Minas Gerais, para conhecer o laboratório referência em pesquisa de embalagens “inteligentes”. Alexandre conversa com professores e apresenta o estudo pioneiro que tem como objetivo aumentar a vida dos alimentos nas prateleiras, além de diminuir a quantidade de conservantes nos produtos.

Já o ‘Globo Educação’ debate como a escola pode ajudar na tarefa de ensinar as crianças a comer corretamente. A repórter Helena Lara Resende apresenta os desafios encontrados para construir uma cultura de alimentação saudável. O programa visita colégios no interior do estado do Rio de Janeiro e mostra como a educação alimentar pode evitar problemas de saúde como obesidade e diabetes.

Ainda neste episódio, o ‘Globo Ecologia’ traz iniciativas inovadoras para a conservação da Mata Atlântica. A reportagem conta o trabalho da ONG, CoopBabilônia, no Rio de Janeiro, que visa o reflorestamento e o ecoturismo da área e já plantou mais de mil mudas de espécies como Pau Brasil, ipê e jequitibá. No ‘Globo Universidade’, a atração vai até o Rio Grande do Norte para apresentar o projeto “Trilhas Potiguares”, que uniu estudantes e comunidade para melhorar qualidade de vida da população. E fechando a programação, o ‘Ação’ mostra uma pequena cidade em Minas Gerais que resolveu investir no cinema para gerar trabalho e renda para os moradores.

No portal do programa (globocidadania.com.br), os internautas podem encontrar ainda reportagens extras que falam sobre os riscos da obesidade infantil. O site traz também dicas para conservar os alimentos e uma lista sobre os projetos e parceria entre universidades e comunidades.

Sobre o Globo Cidadania:

Informar, inspirar e mobilizar são os objetivos do ‘Globo Cidadania’, fruto de uma parceria entre a Globo e a Fundação Roberto Marinho. Com apresentação de Sandra Annenberg, o programa reúne o ‘Globo Educação’, o ‘Globo Ciência’, o ‘Globo Ecologia’, o ‘Globo Universidade’ e o ‘Ação’ no sábado, a partir das 6h05. Neste ano, a atração destaca temas como práticas sustentáveis, histórias de transformação social, descobertas científicas que fazem diferença no nosso dia a dia. A universidade dentro e fora do campus e as parcerias entre o ensino público e as comunidades, empresas e ONGs também são os assuntos abordados na temporada 2013. O Globo Cidadania, o ‘programão cheio de boas notícias’, também é exibido à tarde no Canal Futura, nas manhãs de domingo na Globo News e em 116 países pelo canal internacional da Globo. O programa ainda pode ser visto na íntegra pelo portal globocidadania.com.br, onde há uma série de notícias, entrevistas, vídeos e conteúdo extra sobre as atrações.

NTB – AUTORIZADO 

‘Globo Cidadania’ apresenta os benefícios dos alimentos orgânicos, hoje 10/08/13

Max Fercondini nos bastidores em S+úo Paulo 

Neste sábado, dia 10, o ‘Globo Cidadania’ discute as vantagens de se consumir alimentos orgânicos. O repórter Max Fercondini, do ‘Globo Ecologia’, explica por que esses produtos custam mais caros e o que está por trás da sua cadeia produtiva. A reportagem mostra as diferenças do cultivo sem agrotóxicos e adubos químicos, além de destacar o aumento da procura por alimentos saudáveis. O programa visita também a Fazenda Volkamnn, no Rio do Grande Sul, e acompanha o processo de produção do arroz biodinâmico, elaborado a partirde minerais e plantas medicinais.

Ainda neste episódio, o ‘Globo Ciência’ debate como as novas tecnologias podem ajudar a tornar as metrópoles mais eficientes e seguras. A reportagem exibe exemplos de monitoramento, como o Centro de Operação do Rio, que recebe informações sobre transporte, trânsito, meteorologia e ocorrências com o objetivo de administrar uma das maiores capitais do país. Já no ‘Globo Educação’ o destaque deste sábado é o desafio de aumentar a carga horária das escolas brasileiras. O programa conversa com professores para entender como é possível aproveitar o tempo a mais na sala de aula.

E fechando a programação, a divulgação do conhecimento acadêmico em blogs, televisão e internet é o tema ‘Globo Universidade’. A reportagem explica como o conteúdo científico pode ser difundido de forma simples para ajudar as pessoas a resolverem questões do dia a dia. Enquanto no ‘Ação’ a atração conta a história de Valéria Fagundes, jovem que decidiu mostrar no cinema o lado bom de Manari, pequena cidade no interior de Pernambuco considerada uma das cidades mais carentes do país.

No portal do programa (globocidadania.com.br), os internautas podem encontrar ainda o conteúdo extra sobre as reportagens apresentadas. No site, um guia completo de como identificar os produtos orgânicos, assim como uma lista que compara o número de horas que as crianças brasileiras e de outros países passam na escola e as consequências dessa diferença.

Sobre o Globo Cidadania:

Informar, inspirar e mobilizar são os objetivos do ‘Globo Cidadania’, fruto de uma parceria entre a Globo e a Fundação Roberto Marinho. Com apresentação de Sandra Annenberg, o programa reúne o ‘Globo Educação’, o ‘Globo Ciência’, o ‘Globo Ecologia’, o ‘Globo Universidade’ e o ‘Ação’ no sábado, a partir das 6h05. Neste ano, a atração destaca temas como práticas sustentáveis, histórias de transformação social, descobertas científicas que fazem diferença no nosso dia a dia. A universidade dentro e fora do campus e as parcerias entre o ensino público e as comunidades, empresas e ONGs também são os assuntos abordados na temporada 2013. O Globo Cidadania, o ‘programão cheio de boas notícias’, também é exibido à tarde no Canal Futura, nas manhãs de domingo na Globo News e em 116 países pelo canal internacional da Globo. O programa ainda pode ser visto na íntegra pelo portal globocidadania.com.br, onde há uma série de notícias, entrevistas, vídeos e conteúdo extra sobre as atrações.

Legenda: Max Fercondini nos bastidores da gravação em São Paulo

Crédito: Globo/Divulgação- NTB – AUTORIZADO 

‘Globo Cidadania’ apresenta como museus ensinam e divertem – Hoje 25/05/13

 

Neste sábado, dia 25, o ‘Globo Cidadania’ conta como os museus são uma alternativa para tornar o ensino mais prazeroso. A repórter Helena Lara Resende, do ‘Globo Educação’, acompanha a visita de alunos da Escola Municipal Machado de Assis ao Museu Chácara do Céu, em Santa Teresa, no Rio de Janeiro. De lá ela mostra como esse espaço rico em história dá mais sentido à aprendizagem.

Ainda nesse episódio, o ‘Globo Ciência’ resgata a história da pílula anticoncepcional. A atração explica o surgimento desse medicamento e mostra as novidades que os pesquisadores vêm desenvolvendo na área. Já no ‘Globo Universidade’, o programa ressalta como o meio acadêmico pode contribuir para a educação básica, capacitando professores e desenvolvendo novas metodologias de ensino.

A influência dos oceanos na vida na terra é o tema no ‘Globo Ecologia’, que encerra neste sábado a série sobre a água. O programa visita Abrolhos, na Bahia, para tratar de questões como extinção de espécies, manutenção de recifes e corais, além de mudanças climáticas. E, no ‘Ação’ o destaque é a história da Agência de Desenvolvimento Econômico Local (Adel), no sertão do Ceará. A ONG ajuda jovens empreendedores a driblarem a falta de oportunidades em um região que sofre com a seca.

No portal do programa, (globocidadania.com.br), os internautas podem encontrar também conteúdos extras como a reportagem que explica as diferenças entre as novas tecnologias contraceptivas. O site traz ainda informações sobre o Projeto Nacional de Educação Museal, do Instituto Brasileiro de Museus.

Sobre o Globo Cidadania:

Informar, inspirar e mobilizar são os objetivos do ‘Globo Cidadania’, fruto de uma parceria entre a Globo e a Fundação Roberto Marinho. Com apresentação de Sandra Annenberg, o programa reúne o ‘Globo Educação’, o ‘Globo Ciência’, o ‘Globo Ecologia’, o ‘Globo Universidade’ e o ‘Ação’ no sábado, a partir das 06h05. Neste ano, a atração, cujo slogan é “programão cheio de boas notícias”, destaca temas como práticas sustentáveis, histórias de transformação social e descobertas científicas que fazem diferença no nosso dia a dia. A universidade dentro e fora do campus e as parcerias entre o ensino público e as comunidades, empresas e ONGs também são os assuntos abordados na temporada 2013. O ‘Globo Cidadania’ também é exibido à tarde no Canal Futura, nas manhãs de domingo na Globo News e em 116 países pelo canal internacional da Globo. O programa pode ser visto na íntegra no portal globocidadania.com.br, onde há uma série de notícias, entrevistas, vídeos e conteúdo extra sobre as atrações.

NTB – REDE GLOBO – AUTORIZADO

Globo Cidadania: Hoje 04/05/13 – Ações de solidariedade em Santa Maria após tragédia

 

O “Globo Cidadania” deste sábado 04/05/13   mostra como a Universidade Federal de Santa Maria, no Rio Grande do Sul, está se recuperando da tragédia ocorrida na boate Kiss, que causou a morte de centenas de jovens em janeiro deste ano. O programa conta como a parceria entre a universidade e os moradores tem ajudado a superar o ocorrido. O repórter Rogério Coutinho, do ‘Globo Universidade’, conversa com as equipes que prestaram os primeiros atendimentos às vítimas do incêndio e acompanha as iniciativas que estão sendo feitas na UFSM para auxiliar os familiares a superarem os traumas.

 

A atração também apresenta mais histórias de solidariedade. Na reportagem inédita do ‘Ação’, o programa conta como cidadãos comuns se mobilizaram para ajudar as vítimas e a diminuir os estragos causados pela chuva na Região Serrana Rio de Janeiro. Já no ‘Globo Ecologia’ a discussão gira em torno das iniciativas para despoluir os rios das grandes cidades brasileiras.

 

No ‘Globo Ciência’, o GPS ganha destaque. As explicações e a história que levou à criação da tecnologia, que auxilia motoristas e viajantes, é o assunto deste sábado. O ‘Globo Educação’ mostra como anda a merenda escolar e como os pais podem ajudar na tarefa de ensinar a importância da alimentação saudável.

‘Globo Cidadania’ Hoje 06/10/12 – debate as profecias do fim do mundo

 

 

No sábado, dia 06, o ‘Globo Cidadania’ vai desvendar os mistérios das teorias apocalípticas que rondam o dia 21 de dezembro de 2012 no imaginário popular. O repórter Alexandre Henderson, do ‘Globo Ciência’, foi pesquisar sobre toda essa história do fim do mundo que envolve o calendário maia. Cientistas e especialistas ajudam a esclarecer o que é ficção e realidade.

O programa deste sábado vai mostrar também como jovens universitários podem aproveitar grandes encontros científicos. O ‘Globo Universidade’ viaja até o Maranhão para visitar a reunião anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência, que acontece no campus da Universidade Federal do Maranhão (UFMA) em São Luís. Já o ‘Globo Educação’ quer saber: o professor brasileiro é valorizado? O programa vai em busca dessa resposta e do que motiva  nossos mestres.

Em outra reportagem, o ‘Ação’ apresenta os projetos educativos e as iniciativas da 30ª Bienal de Artes de São Paulo que buscam aproximar o público da arte. O tema “construção sustentável” também entra em pauta e o ‘Globo Ecologia’ falará sobre as novas tendências da construção civil que contribuem para diminuir os impactos no meio ambiente.

Fazer a diferença na vida das pessoas com temas do dia a dia. Este é o objetivo da temporada 2012 do ‘Globo Cidadania’, fruto da parceria entre a Rede Globo e a Fundação Roberto Marinho. Com apresentação de Sandra Annenberg, o programa reúne nas manhãs de sábado, a partir das 6h05, o ‘Globo Educação’, o ‘Globo Ciência’, o ‘Globo Ecologia’, o ‘Globo Universidade’ e o ‘Ação’. É exibido também à tarde no Canal Futura, nas manhãs de domingo na Globo News e em 115 países pelo canal internacional da Globo. O portal (globocidadania.com.br) traz o conteúdo, na íntegra, e extras dos episódios.

MÍDIA SOCIAL-NTB-REDE GLOBO – AUTORIZADO

Globo Cidadania – Fabricação de vinho é tema do ‘Globo Universidade’‏

Implantada na serra gaúcha, no Rio Grande do Sul, entre 1870 e 1920, a produção de vinho é um importante fator econômico da região. Atenta a isto, a Universidade de Caxias do Sul desenvolve pesquisas para aprimorar a qualidade desta cultura. É este o assunto que o ‘Globo Universidade’ irá explorar no próximo programa, dia 19.

A repórter Lizandra Trindade embarcou em uma pequena expedição a uma vinícula para conferir como é o processo de produção do vinho e acompanhou ainda a análise em laboratório do material recolhido durante o passeio. Para contar como o trabalho é realizado, Lizandra entrevista o professor Sérgio Laguna, que é responsável por uma pesquisa que avalia os problemas no solo e propõe sugestões para deixar a produção mais sustentável. Laguna fala também sobre outro estudo desenvolvido por ele: a pesquisa sobre as leveduras presentes nos vinhos da região.

No quadro “Fora de Série”, o aluno Vagner Spadari que faz mestrado profissional em Biotecnologia e Gestão Vitivinícola da UCS conta como pretende analisar a eficácia, benefícios e problemas de uma máquina utilizada nas plantações de uva. O aparelho será motivo de estudo em sua análise de mestrado. O “Mérito Acadêmico” vai mostrar a pesquisa da professora Mirian Salvador, que investiga os outros produtos da uva e os subprodutos do vinho. Já o “Eu Amo Meu Trabalho” vai apresentar a rotina da turismóloga Luana Comiotto, que atua na área de enoturismo – área do turismo responsável por receber visitantes interessados nos vinhos da região.

O `Globo Universidade´ vai ao ar às 7h15.

Além desta reportagem especial confira as outras atrações do ‘Globo Cidadania’:

Globo Educação, às 06h05 – O que significa aprender a ler e a escrever hoje? O ‘Globo Educação’ procura respostas sobre o conceito de alfabetização que é trabalhado no Brasil. Numa visita à Escola Municipal José Madureira Horta, em Belo Horizonte, o programa conhece alunos de diferentes gerações diante do mesmo desafio: compreender, debater e interagir com o mundo escrito. Como a escola os prepara para essa vivência? Como garantir que os estudantes aprendam a ler e a escrever com qualidade? Qual é a diferença entre ser alfabetizado e ser letrado?

Globo Ciência, às 06h25 – Galileu Galilei é o protagonista do episódio “A Revolucionária Visão de Mundo”, que aborda uma das mais importantes quebras de paradigmas de todos os tempos. Após quase dois mil anos de teoria do universo geocêntrico, Galileu provou que o sol ocupa o centro do nosso sistema. No ‘Globo Ciência’, o apresentador Alexandre Henderson revisita as experiências do cientista e conversa com físicos, filósofos e até bioquímicos para entender quais são as próximas fronteiras da ciência e quais os próximos paradigmas a serem quebrados.

Globo Ecologia, às 06h50 – O ‘Globo Ecologia’ viaja até o oeste da Paraíba para mostrar o drama das comunidades de Juazeirinho, Pocinhos e Soledade. Nessa região, a distribuição da chuva é totalmente irregular e a estiagem já faz parte da rotina. Contudo, as famílias aprenderam a desenvolver estratégias de convivência com a seca a partir do manejo de um bem comum, que historicamente não era bem aproveitado na região: a água da chuva. O programa revela como a vida dessas comunidades mudou com as reuniões do coletivo e a criação de cisternas e barragens subterrâneas.

Ação, às 07h40 – Fernando de Noronha é o destino do programa desta semana. Lá, será mostrado o Projeto Golfinho Rotador, que existe há 21 anos e tem a intenção de utilizar a pesquisa científica sobre os golfinhos para preservar seu comportamento natural, além de fornecer subsídios para o desenvolvimento sustentável do arquipélago. O projeto possui um programa que atua na capacitação de jovens como guias de turismo ecológico. Já as crianças que vivem no arquipélago recebem aulas de educação ambiental.

‘Globo Cidadania’ – cinco programas e um compromisso: fazer diferença na vida das pessoas.

Globo Cidadania – Globo Universidade apresenta pesquisas sobre o envelhecimento humano‏

Projeto que oferece diversas atividades voltadas para a população idosa é visitado pelo programa

O aumento da população na terceira idade tem aumentado a cada ano e conquistado também a atenção dos estudiosos. Para mostrar o que está sendo feito para este público no meio acadêmico, o `Globo Universidade´ do próximo sábado, dia 12, vai à Universidade Aberta da Terceira Idade, a UnATI – um projeto da UERJ, no Rio de Janeiro. Criada por Américo Piquet Carneiro, geriatra e professor Emérito da Faculdade de Medicina da UERJ, a UnATI/UERJ é considerada um centro de estudos, ensino, debates, pesquisas e assistência voltados para questões inerentes ao envelhecimento humano.

O repórter Paulo Mario Martins acompanha diversos projetos desenvolvidos pela UnATI. Um deles é o Bonde Alegria – um programa de TV voltado para a terceira idade, que conta com a participação de idosos em todas as etapas de produção. Outra iniciativa de destaque é a Oficina da Memória, um curso que ensina como funciona o cérebro, a memória e as emoções dos idosos por meio de jogos e dinâmicas. Paulo participa ainda das aulas teóricas sobre alimentação oferecidas pela UnATI em parceria com o departamento de Nutrição da instituição.

No quadro “Mérito Acadêmico”, a antropóloga Miriam Goldenberg apresenta sua pesquisa sobre a diferença entre homens e mulheres no envelhecimento. Autora de diversos títulos sobre comportamento humano, Mirian tem orientado dezenas de pesquisas nas áreas de gênero, desvio, corpo, envelhecimento, sexualidade e novas conjugalidades na cultura brasileira. Já o “Fora de Série”, abordará a importância dos exercícios físicos para o envelhecimento saudável, baseada na pesquisa da aluna Célia Cohen, que é formada em Educação Física e cursa doutorado em Ciências médicas na UERJ. E no quadro “Eu Amo Meu Trabalho”, será mostrado o dia a dia de Luciana Branco da Motta, que coordena o núcleo de atenção ao idoso da UnATI – uma equipe multidisciplinar voltada para o atendimento de pessoas com mais de 60 anos com comprometimentos de saúde.

O `Globo Universidade´ vai ao ar às 7h15.

Além desta reportagem especial confira as outras atrações do ‘Globo Cidadania’:

Globo Educação, às 06h05 – O primeiro contato da criança com a vida escolar acontece nas creches e pré-escolas. E foi somente a Constituição de 88 que determinou a educação infantil como dever do Estado brasileiro. O ‘Globo Educação’ quer saber: qual é o papel da escola e qual é o papel dos pais na Educação Infantil? O programa conversa com mães, professores e doutores em educação para descobrir como a escola estimula a criança em diversas áreas do desenvolvimento, tanto social, como cognitiva e psicomotora.

Globo Ciência, às 06h25 – No episódio “A luz do mundo”, Alexandre Henderson volta no tempo para contar como os conhecimentos sobre a visão e a natureza da luz evoluíram ao longo dos séculos, graças aos estudos de cientistas como Alhazen, Descartes, Kepler, Huygens, Newton e Einstein. Para ilustrar as teorias defendidas pelos personagens, o programa conversa com especialistas como o físico e historiador Roberto de Andrade Martins, do Departamento de Raios Cósmicos da UNICAMP. Além disso, o apresentador ainda mostra algumas experiências, como a criação de uma máquina fotográfica feita por alunos do ensino médio.

Globo Ecologia, às 06h50 – Neste episódio, o ‘Globo Ecologia’ mostra as histórias de algumas comunidades do Alto Solimões e a sua relação com o rio. A região é riquíssima em recursos naturais, porém a pesca predatória acabou com a fartura de peixes como o pirarucu. A equipe visitou ribeirinhos que abandonaram a prática e que hoje se unem para reverter o quadro de degradação ambiental e social. Graças ao manejo dos lagos e à contagem de pirarucus, diversas comunidades já pescam de forma sustentável e organizada.

Ação, às 07h40 – A intenção do programa desta semana é mostrar memórias de um outro tempo, que podem acessar o passado através das vozes de homens e mulheres que transformam trabalho em celebração. E este processo pode ser reconhecido como cantos de trabalho. A equipe de reportagem do ‘Ação’ vai até o interior de Alagoas para conhecer um mestre de Coco de Roda que resgata, além do coco, a cantiga das destaladeiras de fumo de Arapiraca. Em Lagoinha, perto de São Luís do Paraitinga, serão mostradas as cantigas de Brão, com a cultura caipira de quem vive pela região. Durante o programa, pesquisadoras e musicistas da Cia. Cabelo de Maria explicam como essas transformações culturais espontâneas fazem do trabalhador da roça um verdadeiro artista.

‘Globo Cidadania’- cinco programas e um compromisso: fazer diferença na vida das pessoas.

Globo Cidadania – Educação Infantil é tema do Globo Universidade‏

Programa apresenta pesquisas e projetos educacionais com foco em crianças

Como são preparados os futuros professores de Educação Infantil? O ‘Globo Universidade’ do próximo sábado, dia 5 de novembro, vai mostrar todas as etapas do curso de Educação Infantil da PUC-Rio: formação acadêmica, estágio, especialização e atuação profissional. A repórter Lizandra Trindade conversa com professores sobre o que precisou ser adaptado nos currículos de formação após a lei que exige que os profissionais da área tenham ensino superior. E, ainda, como esta adaptação se deu na universidade.

No quadro “Mérito Acadêmico”, a psicóloga Zena Eisenberg explica seu estudo sobre a forma como as crianças entendem o tempo e como ele é ensinado a elas. Ela trabalha principalmente em creches e pré-escolas, com crianças de zero a 6 anos, mas também com os primeiros anos do Ensino Fundamental.

Uma pesquisa sobre a relação das crianças com a natureza será o destaque do “Fora de Série”. A aluna de doutorado em Educação da PUC-Rio Leonor Toledo apresenta sua dissertação de mestrado que analisou o assunto a partir de dois fatores: como as escolas abordam o tema e como as crianças absorvem o que é passado nessas aulas.

No quadro “Eu Amo Meu Trabalho”, a pedagoga Silvia Lacouth Motta comenta sobre seu trabalho na chefia da creche para funcionários e servidores da FioCruz. Ela está há 14 anos à frente do projeto pedagógico do local, assim como gerencia o funcionamento de todas as áreas da escola. Silvia é formada em pedagogia pela Universidade Notre Dame, com especialização em Educação Infantil pela PUC-Rio e Mestrado em Educação na UERJ. O ‘Globo Universidade’ vai ao ar às 7h15.

Além desta reportagem especial confira as outras atrações do ‘Globo Cidadania’:

Globo Educação, às 06h05 – Neste episódio, o programa pesquisa por que os jovens de hoje demonstram pouco interesse em dar aulas. Apenas 2% dos estudantes do Ensino Médio têm como primeira opção no vestibular cursos diretamente relacionados à atuação em sala. Os baixos salários e o desprestígio são alguns dos motivos que os levam a optarem por outras profissões e fazem com que os antigos professores procurem outras atividades. De olho no futuro da educação brasileira, o ‘Globo Educação’ conversa com especialistas para entender como atrair os bons estudantes para uma carreira no magistério e lança a seguinte pergunta: quem quer ser professor?

Globo Ciência, às 06h25 – No ‘Globo Ciência’ deste sábado, o apresentador Alexandre Henderson investiga os terremotos e apresenta o primeiro homem a tentar prevê-los: o chinês Zhang Heng. Cientista que viveu no segundo século da era Cristã, Heng construiu o primeiro sismógrafo do mundo, aparelho que mede a intensidade de um terremoto. Com a ajuda de geofísicos e visitas a centros de excelência como a Estação Ciência da USP, o programa esmiúça todos os detalhes em torno do fenômeno natural que recentemente abalou países como o Haiti, Turquia e China. O apresentador ainda conversa com a brasileira Carolina Senra, que sentiu na pele os tremores do Chile, em 2010.

Globo Ecologia, às 06h50 – A equipe de reportagem do ‘Globo Ecologia’ acompanha o trabalho de resgate da cultura dos índios pataxós no Sul da Bahia, após a conquista da demarcação da Terra Indígena de Coroa Vermelha. Devido aos inúmeros conflitos envolvendo colonizadores e fazendeiros, os pataxós ficaram dispersos em pequenos povoados e alguns de seus costumes e rituais se perderam. Contudo, na Reserva da Jaqueira, eles estão conseguindo fortalecer a identidade étnica e explorar de maneira sustentável a fibra da piaçava, uma palmeira nativa da Mata Atlântica. O programa também mostra como o ecoturismo ajuda a reforçar a relação entre os índios e os visitantes.

Ação, às 07h40 – O projeto social Meninas de Sinhá será o tema do programa. A entidade foi criada há 13 anos na região do bairro Alto Vera Cruz, zona leste de Belo Horizonte, com a intenção de entender os problemas comuns, carências e angústias das tantas mulheres que vivem na comunidade. O projeto é movido, em grande parte, pela preocupação e pelo idealismo de uma de suas principais componentes, dona Valdete. Nos encontros semanais foi nascendo a vontade de cantar, dançar e relembrar antigas cantigas de roda, cirandas e brincadeiras infantis, o que se transformou no principal objeto artístico do grupo: a preservação da memória e a difusão da cultura popular.

‘Globo Cidadania’ – cinco programas e um compromisso: fazer diferença na vida das pessoas.